v i v e r  e s t e   p o e m a
 
                                                                
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema-----
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema----
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema---
---morrer--não--vou--eu--sem--viver--este--poema
---
Ronaldo Werneck
Rio de Janeiro, 1995
De Preto Nu Branco, inédito